Início / Suplementos / Como escolher a melhor proteína?

Como escolher a melhor proteína?

Com tanta variedade de suplementos no mercado, é difícil escolher a melhor proteína para atingir os nossos objetivos. Por isso, precisamos de clarificar as nossas metas, conhecer o nosso corpo e ter em conta os gostos e necessidades pessoais para escolher a melhor roteína.

Qual o teu tipo de treino? Queres ganhar peso? Ou estás em dieta? És vegetariano ou intolerante à lactose? Nós apresentamos-te as soluções que podes adotar e explicamos-te o que precisas de saber acerca do mundo da proteína!

suplemento de proteína

Em primeiro lugar, há que distinguir as duas fontes de proteína:

Proteína de origem animal e proteína de origem vegetal

As proteínas de origem animal incluem derivados de proteínas de leite, tais como a whey, a caseína, proteína de carne de vaca ou clara de ovo.

 As proteínas de origem vegetal incluem a soja, arroz, ervilha, entre outras. As proteínas vegetais são geralmente recomendadas para vegetarianos ou para quem é intolerante à lactose.

Tipos de proteína e para que servem

Proteína Whey

É a proteína do soro de leite e é uma das proteínas com maior biodisponibilidade (absorção pelo organismo) e maior concentração de aminoácidos essenciais (entre os quais BCAAs e glutamina). É também a proteína mais popular e das mais eficazes para construir massa muscular, uma vez que é de rápida ação –  ideal para se tomar ao acordar e imediatamente após o treino.

proteína whey

(Proteína 100% Whey)

Os suplementos de proteína whey estão geralmente disponíveis em 2 formatos:

 – Concentrada (WPC): de menor custo, com cerca de 80% de conteúdo de proteína. A opção certa para a maior parte dos consumidores que pretende ganhar massa muscular e acelerar a recuperação.

– Isolada (WPI): mais pura e de custo superior, contém cerca de 90% de proteína e pode excluir os carboidratos e gordura na totalidade. Esta é a opção para quem está de dieta e quer perder peso, ou para quem faz competição e está na fase de “cutting”.

Caseína

A caseína é a proteína mais abundante no leite, com cerca de 80% da proteína do leite (sendo a restante proteína whey). Tem também um perfil completo de aminoácidos e distingue-se pela sua lenta absorção (até 8 horas). Recomenda-se a toma antes de dormir.

proteína caseína

Carne

Se és intolerante à lactose, esta é uma boa alternativa à whey. A proteína hidrolisada de carne oferece todos os benefícios da proteína da carne, sem as gorduras nem hidratos de carbono. No entanto, existem menos opções que na proteína whey e o preço tende a ser mais elevado.

proteína de carne

Ovo

O ovo tem um elevado valor biológico e os suplementos de claras de ovo geralmente não tem colesterol nem gorduras. É uma boa fonte de proteína mas, tal como na carne, não existem muitas opções, e o sabor não chega a ser tão bom como nas proteínas whey.

proteína de ovo

Soja

A soja é a principal fonte de proteína vegetal e é uma proteína popular. Contém todos os aminoácidos essenciais e não tem lactose. Como é baixa em gordura e tem isoflavonas (esteróis vegetais da soja) podem ajudar na redução do colesterol.

proteína de soja

Ok, já conheço os vários tipos de proteína. E agora?

Agora é altura de aprender a escolher a proteína: vamos supor que procuras uma proteína para tomar depois do treino, e que precisas de ajuda a escolher uma proteína Whey.

Na Zumub temos mais de 250 proteínas whey, por isso, como se escolhe a proteína?

Qualidade da proteína

Há vários fatores que podem pesar nesta avaliação, sendo o principal a qualidade do aminograma.

aminograma da proteína

Quando compramos um suplemento de proteína, procuramos ajuda para atingir os nossos objetivos, normalmente a nível da recuperação muscular e ganho ou manutenção da massa muscular magra. Para os cumprir, a proteína deve ter um bom perfil de aminoácidos. Dos cerca de 20 aminoácidos presentes nos suplementos de proteína, os mais importantes são:

  • Os BCAAs (Leucina, Isoleucina e Valina), que têm um papel fundamental na construção muscular
  • A Glutamina, essencial na recuperação muscular

Em regra, quanto maior a quantidade destes, melhor.

Quantidade de proteína

Outro fator importante na escolha é a quantidade relativa de proteína por dose.

quantidade de proteína

Na imagem acima temos duas proteínas: a Dymatize Iso 100 que é proteína whey isolada e a Elite Whey que é proteína whey concentrada. Ambas têm 25 gramas de proteína por dose, mas enquanto que a Iso 100 tem uma dose de apenas 29.3 gramas, a Elite Whey necessita de uma dose de 34.9 gramas para obter as mesmas 25 gramas de proteína!

Assim percebe-se que a Iso 100 é muito mais pura e tem mais quantidade relativa de proteína; dividindo as 25 gramas de proteína pelos 29.3 gramas da dose da Iso 100, chegamos a uma percentagem de conteúdo de proteína de 85%, enquanto que na Elite Whey verificamos apenas 71.6% de proteína.

Portanto se os produtos tivessem o mesmo preço, a Iso 100 seria a escolha óbvia!

O que nos leva ao…

Preço da proteína

Para podermos usufruir da proteína certa, não precisamos de investir excessivamente nela! Para além da qualidade, há vários fatores que fazem variar o preço, sendo os principais:

  • valor investido no marketing (as proteínas com mais publicidade são mais caras)
  • custos de transporte e importação (sobretudo os produtos americanos)

Os outros aspetos a considerar no preço são:

  • embalagem utilizada (Por exemplo, a BiotechUSA tem o mesmo produto em bote de plástico e em saco doypack, sendo este o mais económico)
  • quantidade (quanto maior a embalagem, maior costuma ser o desconto. Assim, uma embalagem de 4.5kg tende a ser relativamente mais económica que uma embalagem de 1kg)

Sabor da proteína

Existem muitos sabores de proteína (os mais comuns são chocolate, morango, baunilha e banana). Este aspeto depende do gosto pessoal de cada um… por isso é uma questão de leres as críticas dos nossos clientes e experimentares para ver qual é o mais saboroso para ti

A melhor proteína, ou a proteína certa para mim

Com quase 700 opções diferentes na Zumub, pode tornar-se difícil escolher a proteína certa!

Neste artigo, mostrámos os vários tipos de proteína e como estes se podem ou não adequar aos teus objetivos. Por exemplo, se estiveres de dieta, é preferível um suplemento com mais proteína e menos hidratos de carbono e gordura.

Resumidamente, existem vários tipos de proteínas, sendo a proteína whey a mais consumida, sobretudo logo após o treino.

Existem vários fatores que podemos considerar na escolha da melhor proteína. No exemplo, utilizámos a proteína whey, mas estes fatores aplicam-se a todos os tipos de proteína. Na escolha, podes ter em conta estes critérios, para tirares o máximo de retorno no investimento:

  • qualidade (vê pelo aminograma)
  • quantidade (cálculo da quantidade relativa de proteína)
  • preço
  • sabor

Se ainda não conheces a 100% Whey da Firm Foods, recomendamos que a experimentes! Lançada em 2015, é já proteína mais vendida na Zumub e oferece a melhor relação preço/qualidade, permitindo-te adquirir 2 kg de proteína whey de qualidade ao preço mais competitivo do mercado, abaixo dos 30€.

Comments

A informação contida neste artigo diz exclusivamente respeito à opinião do autor.

Acerca de Urbano Veiga

Urbano Veiga
Urbano Veiga é o fundador e CEO da Zumub.com, trabalhando diariamente para te oferecer melhor serviço, variedade e preços nos produtos que te ajudam a atingir os objetivos.

Ver também...

supplements for winter

Melhora a tua imunidade no inverno com a ajuda de suplementos

No inverno, é normal sermos invadidos por um tempo mais frio e húmido e isso ...

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *