Início / Suplementos / Carne ou whey: qual é a melhor para ti?

Carne ou whey: qual é a melhor para ti?

A proteína whey (ou de soro de leite) é uma das proteínas mais populares no mercado dos suplementos alimentares, conhecida pela sua alta concentração de aminoácidos e por ser eficaz na construção muscular.

No entanto, há várias outras fontes de proteína que têm vindo a revelar-se boas alternativas dentro deste mercado. A proteína de carne é um exemplo disso. Queres saber porquê?

Neste artigo, vamos comparar a proteína de carne com a proteína whey, e mostrar-te os benefícios de cada uma e as suas principais diferenças para que consigas perceber qual é a melhor proteína para ti de acordo com as tuas necessidades.

Quais são os benefícios da proteína

suplemento de proteína

Em primeiro lugar é importante saberes quais são os benefícios da proteína para perceberes quais podem ser os seus efeitos no teu corpo:

  • Potencia o crescimento muscular
  • Auxilia no processo de recuperação muscular
  • Diminui as dores musculares
  • Ajuda a combater a fadiga
  • Auxilia na manutenção de massa magra
  • Ajuda a saciar e, por isso, contribui para a redução do apetite

Como vês, os seus benefícios são vários e, embora seja um suplemento muito popular entre os bodybuilders, a proteína também pode ser usada por outras pessoas.

Qual a melhor proteína?

Neste artigo, para avaliarmos a melhor proteína, se a whey ou a de carne, vamos avaliá-las tendo em conta: valor biológico, açúcares e gorduras, preço e versatilidade.

Valor Biológico

Há várias formas de avaliar a qualidade de uma proteína e uma das mais comuns é a análise do seu valor biológico.

Mas o que é o valor biológico?

De acordo com o artigo “Protein-Which is Best”

O valor biológico fornece uma medida da eficácia da utilização pelo nosso corpo da proteína que é consumida na dieta.

O valor biológico está diretamente relacionado com a quantidade de aminoácidos presente na fonte de proteína que estamos a avaliar. Quanto maior a quantidade de aminoácidos, melhor o seu valor biológico.

Embora as proteínas de origem vegetal sejam boas opções, o número de aminoácidos que contêm é inferior, o que justifica o seu menor valor biológico em relação à proteína de origem animal.

A tabela seguinte, apresenta a comparação do valor biológico entre algumas fontes de proteína naturais (como o ovo e a carne) e suplementos de proteína (como a whey, caseína ou proteína de soja):

Fonte de proteína Valor Biológico
Proteína whey 104
Ovo 100
Carne 80
Caseína 77
Proteína de soja 74


Nota: o ovo é usado como um valor de referência porque é o recurso de proteína natural com o melhor valor biológico. Em termos de absorção de aminoácidos, tem a maior percentagem: 94%.

Como podes ver, a proteína whey é a fonte de proteína com maior valor biológico.

Existem outras formas de calcular a qualidade da proteína, mas o valor biológico é o mais comum e não deixa espaço para dúvidas.

A melhor proteína: Whey!

Açúcar e Gorduras

Embora sejam ingredientes fundamentais sobretudo no que diz respeito ao fornecimento de energia para o nosso corpo, o seu excesso pode comprometer a qualidade do produto.

Comparando aqueles que são considerados os melhores suplementos de proteína whey e de carne:

Melhor proteína whey:

100% whey Gold Standard da Optimum Nutrition

100% whey Gold Standard da Optimum Nutrition

Melhor proteína de carne:

Carnivor da MuscleMeds

Carnivor da MuscleMeds

Relativamente à quantidade de açúcares e de gordura:

100 gramas do produto 100% Whey Gold Standard contém 4.1g de gordura, sendo que 2.2. gramas de gordura são saturadas. Os valores de açúcar rondam os 4.2g.

Já a proteína de carne “Carnivor da MuscleMeds” é livre de açúcares e de gorduras.

Embora os suplementos de proteína whey tenham dois formatos, isolado ou concentrado, e o isolado contenha menos açúcares e gorduras, a proteína de carne consegue superá-la não possuindo nenhum dos dois.

A melhor proteína: Carne!

Alergias e intolerâncias (Lactose)

intolerância à lactose

Uma grande percentagem da população é intolerante à lactose, um açúcar presente no leite e seus derivados. Pode causar inchaço e desconforto no estômago e, por isso, quem é intolerante deve evitar o seu consumo.

Como uma grande parte das proteínas é derivada do leite, tal como a proteína whey ou a caseína, é normal que encontres lactose nesses produtos.

Por esta razão, um dos motivos que torna a proteína de carne tão popular é por esta ser 100% livre de lactose.

Contudo, é possível ter proteína whey sem lactose: a proteína whey isolada. Mas os custos associados à remoção/filtragem deste açúcar tornam o produto mais caro.

Assim, a proteína de carne é uma boa alternativa à proteína Whey, a partir do momento em que não tem lactose

A melhor proteína: Carne!

Preço

calculadora e dinheiro

Quando a proteína de carne surgiu, havia outros suplementos de outras fontes de proteína mais estabelecidos no mercado.

O facto de esta proteína não ser tão vulgar e o número de marcas a produzirem este produto ser reduzido, fez com que o seu preço fosse elevado.

Mas, nos últimos anos, resultado também do desenvolvimento económico associado à produção deste suplemento, o custo de produção desceu e o preço do produto tornou-se mais competitivo e uma opção viável para os atletas.

Ainda assim: a proteína whey continua a liderar a maioria das proteínas em pó, permitindo uma maior concorrência, preços mais baixos e competitivos.

Consegue-se encontrar 2 Kg de proteína de carne a partir de 40€, mas também se encontra a proteína whey de qualidade premium de baixo custo a partir de 29.99€.

A melhor proteína: Whey!

Veredito Final: carne ou whey?

A melhor resposta talvez seja: “depende”.

Para escolheres a melhor proteína tens que saber aquilo que o teu corpo precisa o que se adapta melhor às tuas necessidades.

A proteína whey, como é uma das mais testadas, é económica e possui um valor biológico consideravelmente superior a qualquer outra fonte de proteína, deve ser uma opção a considerar.

Por outro lado, a proteína de carne não contém lactose e o seu consumo não vai adicionar gorduras e açúcares extra, como no caso da proteína whey.

Avalia os resultados: se estás satisfeito com os resultados que a proteína whey te proporciona, se tens facilidade em absorve-la e digeri-la, e se tens um orçamento menor, então podes manter o seu consumo.

Mas se és intolerante à lactose e se queres experimentar algo novo, então a proteína de carne pode ser uma boa opção.

Se queres saber mais, podes sempre consultar o nosso artigo sobre proteína.

Ou se tiveres alguma dúvida:

contact_us

Comments

A informação contida neste artigo diz exclusivamente respeito à opinião do autor.

Acerca de Zumub.com

Zumub.com
Zumub.com

Ver também...

energy levels

O que influencia os níveis de energia do teu corpo?

Nem todos os dias acordamos cheios de energia. Por vezes, sentimo-nos mais cansados e não ...

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *