Início / Treino / 5 regras para teres successo no CrossFit

5 regras para teres successo no CrossFit

O CrossFit é uma marca/modalidade cujo objetivo é melhorar o “General Physical Preparedness (GPP)”, ou seja, melhorar os níveis de preparação física geral de cada pessoa.

Isto é conseguido treinando as 10 capacidades reconhecidas pelo CrossFit:

  • Resistência muscular
  • Resistência cardiorrespiratória
  • Flexibilidade
  • Força
  • Velocidade
  • Potência
  • Agilidade
  • Coordenação
  • Equilíbrio
  • Precisão

Estas capacidades são desenvolvidas através do treino funcional (um treino que se baseia nos movimentos naturais do corpo) e de alta intensidade, um treino constantemente variado.

Com o passar dos anos e o crescimento do programa/modalidade começaram a aparecer as primeiras competições.

É uma modalidade em franca expansão e quase toda a gente já ouviu falar dela.

Enquanto atleta e treinador de CrossFit vou deixar-te as 5 regras que considero mais importantes para atingires o sucesso nesta modalidade, tanto nos treinos, como nas competições.

Manter o foco e a resistência mental

manter-se focado

A principal regra, e uma das que mais trabalho diariamente, é o foco e a resistência mental.

Na minha opinião, por melhor atleta que tu sejas, se não estiveres focado quando entras para a “arena” e não estiveres preparado para te sentir confortável no desconforto, não estás preparado para competir.

Temos que aceitar as limitações do nosso corpo, respeitar o tempo de que ele precisa para evoluir e se adaptar e concentrar-nos nas nossas forças, para que possamos transformar as nossas fraquezas em forças.

Durante algum tempo, este era um fator que limitava muito a minha performance. Trabalhando isto, o corpo começará a dar uma resposta mais rápida. Eu senti diferença!

Manter a consistência

É importante que mantenhas a consistência à medida que vais subindo de nível, ou seja, que a tua primeira repetição seja igual à centésima.

O CrossFit é uma das poucas modalidades em que o talento não “fala” tão alto.

Por ser uma modalidade com uma diversidade grande de exercícios convém que os treines bastante durante a tua preparação. Isto vai exigir tempo, paciência e consistência da tua parte.

Celebrar todas as vitórias

celebrar vitórias

É importante que celebres todas as tuas “vitórias”.

Qualquer que seja a tua evolução, é um marco importante.

Nem todos nós evoluímos ao mesmo ritmo porque somos todos diferentes e se calhar uns demoram mais do que outros, mas temos que aceitar e respeitar isso sem nunca desistir: Evoluir pouco é sempre melhor do que não evoluir.

Portanto, se fizeres o teu primeiro muscle up ou os teus primeiros duplos valoriza-os, pequenos sucessos alcançados de forma sucessiva levar-te-ão mais longe.

Dominar a técnica

realizar exercícios de forma correta

Apesar de esta ser a quarta regra é, talvez, a principal.

Uma boa técnica vem sempre antes de tudo.

O objetivo nesta modalidade é que a tua repetição seja o mais segura possível.

Quem treina com boa técnica, treina durante mais tempo, logo, conseguirá evoluir mais rapidamente, até porque o risco de lesão será, à partida, menor.

Por mais que a intensidade te faça esquecer a técnica e que a competição te incentive a fazer os movimentos mais rapidamente, preocupa-te sempre em realizar os exercícios da forma “mais limpa” e correta possível.

Auto avalia-te

auto-avaliação

Antes de competires é importante que percebas se tens boa técnica, se esta é consistente, e se a competição te motiva.

Para que não tenhas a pior experiência da tua vida, tens que perceber quais os teus objetivos e em que ponto estás antes de competir.

Superares-te é sempre importante, desde que isso não te prejudique a longo prazo. Lembra-te que a competição dura apenas umas horas ou 2-3 dias, mas as escolhas que fizeres nesses dias poderão ter repercussões a longo prazo.

Conselho final:

Algo que deves saber: competir nesta modalidade é muito divertido.

Esta modalidade envolve várias e diferentes componentes:

  • Componente física: a componente que diz mais diretamente respeito à execução dos exercícios.
  • Componente social: uma componente incrível. No CrossFit consegues criar uma família em que todos se apoiam mutuamente.
  • Componente estratégica: não é preciso ganhares nenhum Workout of the day (WOD) para venceres a competição. Numa competição, podes ser campeão ficando sempre em 2.º ou em 3.º lugar, desde que quem fique à tua frente seja sempre uma pessoa diferente, pois a pontuação é feita através de “soma”.

Como podes saber se o CrossFit é, ou não, para ti?

O CrossFit não é para ti se não te quiseres desafiar, se não quiseres sair da tua zona de conforto, se adorares rotina, se não quiseres aprender movimentos novos e se não quiseres conhecer pessoas novas e um ambiente muito apelativo e social.

Se, pelo contrário, tens vontade de evoluir, desafiar-te, conhecer pessoas novas e sair da rotina, o CrossFit é para ti e tenho a certeza de que, durante algum tempo, ficarás “vidrado” na modalidade.

Comments

A informação contida neste artigo diz exclusivamente respeito à opinião do autor.

Acerca de Tiago Sousa

Tiago Sousa
Tiago Sousa é licenciado em Educação Física e Desporto, Personal Trainer e Crossfit L1 Trainer. É ex-nadador de competição e tem a sua empresa de treino outdoor. Tem como objetivo trazer mais ciência à sua área ajudando, assim, as pessoas a atingir os seus objetivos de forma segura.

Ver também...

rest

Descanso e recuperação: São a mesma coisa?

Quando falamos em performance atlética, é muito normal ouvir-se falar de descanso e recuperação. Sabes ...

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *